Mendez no 2° We Can Talks: Desafios na prestação de serviços no setor da saúde

O presidente da Sapore participou do bate-papo realizado pela empresa We Can e falou da atuação da companhia com alimentação e facilities dentro dos hospitais  

Durante a pandemia de Covid-19, as demandas nos hospitais se tornaram ainda mais desafiadoras. Os cuidados com os pacientes, acompanhantes e corpo clínico foram redobrados, e isso se fortaleceu no momento pós-pandêmico, se tornando uma herança respeitada dentro do ecossistema hospitalar. 

O presidente da Sapore, Daniel Mendez, participou da 2° edição do We Can Talks, bate-papo realizado pela empresa de RH, We Can Br, na última terça-feira, dia 16 de maio, em São Paulo. O tema do evento foi “Desafios na prestação de serviços no setor da saúde” e também reuniu empresários do segmento para discutir o assunto. 

Um dos tópicos mais comentados durante o encontro foi a necessidade de cuidar do próprio capital humano para que isso se reflita em um atendimento de excelência prestado aos pacientes e acompanhantes.  

Em sua fala, Mendez relembrou os principais desafios que a Sapore enfrentou durante a pandemia e como isso contribuiu para novos aprendizados que se tornaram processos inovadores na Sapore. 

Daniel Mendez We Can Talks

Daniel Mendez durante a 2° edição do We Can Talks, em São Paulo.

Humanização e Ambiente Acolhedor  

O hospital é um lugar onde, na maioria das vezes, as pessoas enfrentam momentos desafiadores e difíceis. Criar um ambiente acolhedor, com alimentação preparada com afeto e serviços de infraestrutura que tragam segurança é essencial para proporcionar conforto aos pacientes. Além disso, é importante lembrar que os profissionais de saúde também sofrem pressões intensas e devem receber apoio e compreensão através dos serviços prestados. 

A Sapore prepara esse ambiente para acolher quem participa dessa rotina e, mais que isso, começa essa trilha de cuidado com os próprios colaboradores. 

 “Se a gente não cuidar do nosso colaborador, como é que ele vai cuidar do nosso paciente? ”, disse Mendez. 

Outra forma de tornar a experiência do paciente agradável nos hospitais é oferecer uma gastronomia saborosa para mudar a crença de que comida de hospital é ruim. A Sapore prima por preparações que tenham sabor e uma apresentação diferenciada, respeitando as dietas de cada patologia e a necessidade nutricional de cada paciente, de forma personalizada. Além disso, também oferece um diferencial aos acompanhantes, que são os pratos prontos da linha Sapore INBox assinada por um dos melhores chefs do mundo, Alex Atala.  

Cuidado contínuo 

Um dos novos projetos da Sapore é a venda de dietas pós-alta aos pacientes atendidos nos hospitais. Dessa forma, é possível continuar o tratamento no conforto de casa, mas com a nutrição recomendada pela equipe médica. 

Os pratos prontos de dieta pós-alta são preparados para trazer sabor e satisfação ao paladar dos pacientes. Os produtos são congelados pelo processo de ultracongelamento, que mantém as características genuínas dos alimentos. 

“Hoje temos mais de 15 mil leitos, e a gente entende que esse conhecimento com a comida congelada é fundamental para área hospitalar”, completa Mendez. 

Responsabilidade compartilhada 

A responsabilidade de uma empresa que presta serviços dentro de um hospital é de extrema importância, pois está diretamente relacionada à qualidade e segurança dos serviços oferecidos.  

A empresa deve estar comprometida com o treinamento constante de sua equipe, a fim de aprimorar suas habilidades, garantindo a realização de atividades mais eficientes. Esse foi um dos tópicos mencionados por Mendez, que explicou como a Sapore tem investido em treinamento para garantir um capital humano capacitado para lidar com ambientes de alta complexidade, como os hospitais. 

Com toda essa expertise e mais de 30 anos no mercado, a Sapore tem crescimento gradativamente no segmento de Saúde nos últimos anos. 

A gente está crescendo muito nessa área, que tem várias complexidades, mas nós temos vários caminhos de crescimento com diferenciação, assim como fizemos na indústria. E uma das coisas que a indústria nos apoia é que temos toda estrutura pronta, desenvolvimento de fornecedores, embalagens, já temos uma estrutura muito forte, que está fazendo com que a gente evolua rapidamente nesse setor”, citou. 

Toda prestadora de serviços do segmento de Saúde precisa estar alinhada com os objetivos do hospital, afinal, ambos trabalham com vidas e precisam demonstrar o comprometimento com a missão e valores da área.  

Que tal conferir todo o bate-papo? Clique aqui e assista!  

Compartilhe nas redes

Deixe seu comentário

Concordo que meu comentário será aprovado por um administrador da página

11 − 7 =

Tags

Receba novidades por e-mail


    Declaro que li e estou de acordo com a política de privacidade

    Assuntos relacionados